Browse By

Nunes Marques rejeita ação que pedia transferência de Adélio Bispo para hospital psiquiátrico

Nunes Marques rejeita ação que pedia transferência de Adélio Bispo para hospital psiquiátrico, Adélio foi o responsável pelo atentado contra Jair Bolsonaro nas eleições de 2018.

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Kássio Nunes Marques, rejeitou nesta quarta-feira (16/12) o pedido de transferência de Adélio Bispo de Oliveira do presídio para um hospital psiquiátrico.

Adélio foi o responsável por um atentado contra o então candidato e hoje presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido) em 2018, quando na ocasião deu uma facada no presidenciável, enquanto este participava de um evento de sua campanha em Juiz de Fora (Minas Gerais).

Adélio foi diagnosticado em maio de 2019 com transtorno delirante persistente e a defesa alega que ele não tem condições de permancer preso, visto que tem problemas mentais.

Na ocasião do diagnóstico, a Defensoria Pública da União pediu que Adélio fosse encaminhado para um hospital psiquiátrico ou outro estabelecimento de Minas Gerais, a fim de que ele fosse reinserido socialmente, como prevê a lei.

Adélio segue preso na penitenciária de campo Grande, no estado dO Mato Grosso do Sul.

Adélio está preso na penitenciária de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Confira na íntegra a matéria sobre a negação por parte do Ministro do STF Kássio Nunes Marques, do pedido de encaminhamento de Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado contra Jair Messias Bolsonaro, para um hospital psiquiátrico!

Visite nossa pagina TV Bolsonaro Presidente no Facebook e faça parte da nossa comunidade.

Volte à Pagina Inicial do Nosso Site Para Ver as Notícias do Dia!

Nunes Marques rejeita ação que pedia transferência de Adélio Bispo para hospital psiquiátrico

Nunes Marques rejeita ação que pedia transferência de Adélio Bispo para hospital psiquiátrico

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…