Browse By

Guaidó denuncia que seu chefe de gabinete foi detido




 

Juan Guaidó denuncia que seu chefe de gabinete foi detido na madrugada desta quinta-feira (21) pelo serviço de inteligência venezuelano.

Guaidó afirma que “desconhecemos seu paradeiro. Deve ser liberado imediatamente”.

A informação ainda não confirmada oficialmente, mas segundo o deputado da Assembléia Nacional por San Cristóbal, ele presenciou o momento em que Roberto Marrero teria sido levado de sua casa.

Segundo ele, ao deixar a residência, Marrero declarou que, “dois fuzis e uma granada foram plantados em sua casa”, e seu paradeiro é desconhecido .




Por volta de 2h local, chegaram à casa de Sério Vergara, 15 agentes do Serviço Nacional de Inteligência Bolivariano.

Segundo o deputado, eles o imobilizaram e o coloram com o rosto no chão. e que os agentes a todo tempo perguntavam se ele estava sozinho e se ele sabia onde Marrero que é seu vizinho morava.

O deputado afirma que eles estavam “violando um direito constitucional, como é da imunidade e que de nenhuma maneira queria o por que obedecer ordens inconstitucionais”.

Ao ser liberado, ele presenciou Marrero ser levado pelos agentes.

Anuncie Sua Marca Aqui

Visite Nosso Canal “WOL Notícias – World OnLine” No Youtube




Escola Raul Brasil em Suzano reabre as portas e retomam rotina após massacre
Ataque deixa feridos e uma pessoa morta em Utrecht na Holanda
CCJ da Câmara deve votar Previdência no início de abril
Bolsonaro janta com embaixador brasileiro em Washington
Gilmar Mendes concede novo salvo-conduto à Beto Richa
MP de São Paulo investiga se ‘Deep Web’ incitou assassinos a cometerem o massacre
STF decide hoje futuro da Lava Jato
Deputado Eduardo Bolsonaro é eleito presidente da Comissão de Relações Exteriores
Assassinos planejaram massacre por mais de um ano