Browse By

Respiradores 316% mais caros e inadequados foram comprados pelo governo amazonense

Respiradores 316% mais caros e inadequados foram comprados pelo governo amazonense.

O Brasil enfrenta a maior pandemia já registrada na história, do coronavírus, e em alguns estados, governadores estão comprando aparelhos superfaturados, ou até inadequados.

Após ter mais de 40 mil infectados por COVID-19, e em alguns estados e cidades ser decretado estado de calamidade, foi disponibilizado caixa para a compra de respiradores, mas que em alguns lugares está sendo muito mal gasto o dinheiro do pagador de impostos.

No amazonas, foi pago a bagatela de R$ 2,9 milhões a uma ‘empresa de vinhos’, por apenas 28 ventiladores pulmonares, chegando a quantia de mais de R$ 103 mil por unidade, que é mais de 4 vezes o preço do mesmo aparelho sendo vendido em lojas brasileiras e até internacionais.

Além disso, esses aparelhos, são considerados ‘inadequados’, para pessoas que são infectadas com o coronavírus, isso, se gundo o Conselho Regional de Medicina do Amazonas (Cremam), a compra não foi feita através de licitação, e foi questionada na hora pelo Ministério Público de Contas para explicações pelo tamanho dessa compra.

Além disso, também foram comprados 24 ventiladores da marca Resmed, pelo valor de R$ 104,4 mil por cada unidade, sendo que o mesmo aparelho, da mesma marca, é vendido por diversas empresas por R$ 25 mil em todas as lojas nacionais e inclusive internacionais.

As unidades, que foram adquiridas no dia 8 de abril, segundo o governo amazonense diz que os fornecedores aumentaram os preços por conta da pandemia. Além dos outros ventiladores, os da Philips, que foram adquiridos em uma ‘adega’, foi comprado por R$117,6 sendo que cada unidade é vendida por apenas R$ 38 mil, uma diferença de mais de 200%.

Conheça os Melhores Cartões em Cartões Caixa

Volte à Pagina Inicial do Nosso Site Para Ver as Notícias do Dia!

Respiradores 316% mais caros e inadequados foram comprados pelo governo amazonense

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…