Procurador Carlos Fernando Dos Santos Lima Analisa A Retirada Do COAF De Moro Que Resultou Na Vitória Da Bandidagem Com Foro Privilegiado




 

Em texto brilhante e elucidativo, o probo e respeitado procurador da república aposentado Carlos Fernando dos Santos Lima, esclarece minuciosamente o que ora ocorre no país, que resultou na vitória da bandidagem com foro privilegiado, nesta quinta-feira (9), na Comissão Mista da Reforma Administrativa, tirando o COAF de Sérgio Moro.
“O que está acontecendo é muito simples e vergonhoso.

Enquanto no começo da operação Lava Jato os partidos e políticos estavam divididos, e pensavam que a investigação seria somente contra o PT, não houve união suficiente para brecar a avalanche de descobertas. Infelizmente agora a população está amortecida com tantos crimes que já parece entender que política é essa sujeira mesmo.
Além disso, parte significativa da imprensa também abdicou da análise profunda e moral dos fatos, tratando essa sujeira toda como política mesmo.




Por tudo isso, como o governo Bolsonaro é um governo fraco e desorientado, anões morais tiveram a coragem de se unir para sobreviverem e estão destruindo, sem qualquer resquício de pudor, apenas com a proteção de seus cargos, quase inexpugnáveis, toda a esperança de um Brasil sem corrupção, um Brasil melhor.

Até recentemente eu disse para pessoas que me falavam para acreditar no Brasil que este país tinha uma chance, mas hoje, olhando a escória moral que discute como manter tudo como está, começo a ter dúvidas.”
Carlos Fernando dos Santos Lima

AS INFORMAÇÕES SÃO DO JORNAL DA CIDADE ONLINE

Anuncie Sua Marca Aqui

Visite Nosso Canal “WOL Notícias – World OnLine” No Youtube




Associação pede ao STF fim dos transportes coletivos de passageiros por meio de aplicativo
Presidente Bolsonaro vai analisar horário de verão
Eduardo Bolsonaro denuncia agressões durante ato contra a ditadura
Bolsonaro visita muro das lamentações em Jerusalém
Recurso de Lula será analisado pelo STJ
Alerj pedirá investigação sobre atuação de snipers no Rio de Janeiro
Ministro Barroso diz que ‘a sociedade deixou de aceitar o inaceitável’
Maduro anuncia racionamento de eletricidade na Venezuela
Deixe Seu Comentário