Browse By

Paulinho da Força é condenado a 10 anos de prisão por desvio de verbas do BNDES

Paulinho da Força é condenado a 10 anos de prisão em regime fechado por desvio de verbas do BNDES pelo STF.

O deputado federal é acusado de cometer crime contra o Sistema Financeiro Nacional e teria obtido empréstimo no BNDES em troca de propina

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou, na noite desta sexta-feira (05), o parlamentar Paulinho da Força (Solidariedade) a 10 anos e 2 meses de prisão em regime inicial fechado.

O político é acusado de cometer os crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. 

Segundo as linhas de investigações, Paulinho da Força atentou contra o Sistema Financeiro Nacional.

As infrações ocorram entre dezembro de 2007 e abril de 2008. O deputado federal atuou em nome da Prefeitura de Praia Grande e das Lojas Marisa na investida para obter financiamento junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). 

Juntamente a outros envolvidos, Paulo Pereira conseguiu liberar R$ 124 milhões ao governo de Praia Grande e R$ 165 para a rede de varejo.

Como moeda de troca, o político recebeu uma propina milionária. “Elementos de prova colhidos nos autos da investigação revelaram indícios de que o Deputado Federal Paulo Pereira da Silva participava das ações do grupo consistentes no desvio dos recursos do BNDES e se beneficiava da partilha da ‘comissão’ cobrada aos beneficiários dos financiamentos”, diz um dos trechos do processo que corre no Supremo.

A audiência foi realizada no Plenário Virtual da Corte.

Com informações de conteúdo Correio Braziliense

Visite nossa pagina TV Bolsonaro Presidente no Facebook e faça parte da nossa comunidade

Volte à Pagina Inicial do Nosso Site Para Ver as Notícias do Dia!

Paulinho da Força é condenado a 10 anos de prisão por desvio de verbas do BNDES

  • Foto: José Varella/CB

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…