Browse By

Guilherme Fiuza critica Justiça do Rio por lockdown e diz “Os países mais trancados são os que têm mais mortes”

Guilherme Fiuza critica Justiça do Rio por lockdown e diz “Os países mais trancados são os que têm mais mortes”.

O jornalista e escritor, Guilherme Fiuza, usou o seu twitter, nesta quinta-feira (17/12), para criticar a atitude tomada pela decisão do Tribunal de Justiça do Rio que decretou lockdown na cidade de Búzios

A justiça do Rio determinou que os turistas tem até 72 horas para deixar a cidade, por decisão do juiz, Raphael Baddini. Praias, hotéis e pousadas serão fechadas e as entradas nas cidades serão restritas somente à moradores da cidade.

O escritor, Guilherme Fiuza, rebateu essa medida autoritária e questionou “Onde está demonstrando que praia sem aglomeração amplia o contágio?”.

Ainda de acordo com o jornalista os países que fizeram o lockdown mais severo foi onde teve mais morte por Covid-19, e questionou de novo onde estão os laudos que apontam a eficácia dessa medida brutal.

Os países mais trancados são os que têm mais mortes. Onde está o laudo de eficácia sanitária dessa medida brutal?” acrescentou Fiuza.

Guilherme Fiuza terminou dizendo que “Os fascistoides não querem saber de proteção aos vulneráveis e distanciamento. Eles não salvam ninguém”.

Continue acompanhando aqui em nosso site, as notícias mais relevantes do seu dia a dia. Notícias do Brasil e do mundo, com responsabilidade e credibilidade.

Visite nossa pagina TV Bolsonaro Presidente no Facebook e faça parte da nossa comunidade.

Volte à Pagina Inicial do Nosso Site Para Ver as Notícias do Dia!

Guilherme Fiuza critica Justiça do Rio por lockdown e diz “Os países mais trancados são os que têm mais mortes”

Guilherme Fiuza critica Justiça do Rio por lockdown e diz “Os países mais trancados são os que têm mais mortes”

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…