Browse By

Governo de SP erra previsão e número de mortos por coronavírus é 55% menor

Governo de SP erra previsão e número de mortos por coronavírus é 55% menor.

Nas previsões do Instituto Butatan, a estimativa era de que no estado a contabilidade de óbitos chegaria a 1300, mas não chegou nem a 600. Um número 55% menor do que o estipulado pelo Presidente do Instituto Butantan.

Piorando mais ainda as previsões, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que não está respeitando a quarentena, que ele mesmo pede para o povo de São Paulo, a estimativa era de 5.000 óbitos nessa época se eles não tivessem adotado a quarentena.

Em suas palavras, o prefeito de São Paulo, que está em tratamento de câncer, disse:

“Se nós não tivéssemos tomado nenhuma medida, nós chegaríamos no dia 13 de abril com quase 5 mil óbitos. Tomamos as medidas e esperamos chegar lá com menos de 1.300 óbitos. Isso aqui dá a dimensão da importância das medidas que estão sendo tomadas e que precisam ser respeitadas”

Segundo o diretor do Instituto Butantan que fez a projeção totalmente errada:

“Nós vamos reduzir 166 mil mortes. Nós precisamos reduzir o número de mortes. É um número muito significativo”

Concluindo ele afirmou:

“Sem nenhuma medida [de isolamento] nós estaríamos lá no dia 13 de abril com quase 150 mil casos no estado de São Paulo. Com as medidas, nós vamos chegar nessa data com cerca de 20 a 25 mil casos”

Segundo alguns especialistas é especulado que as estimativas altas, foram feitas, exatamente para que o governo colha os resultados e diga no final, que salvou milhares de pessoas em São Paulo e no Brasil para ter mais força.

Com muita truculência e autoritarismo afirmou o governador Doria sobre o isolamento:

“Nenhuma aglomeração de nenhuma espécie, em nenhuma cidade ou área do estado de São Paulo será admitida”

Governo de SP erra previsão e número de mortos por coronavírus é 55% menor

Conheça os Melhores Cartões em Cartões Caixa

Volte à Pagina Inicial do Nosso Site Para Ver as Notícias do Dia!

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…