Browse By

Ex-presidente Dilma ficou sem mandato e sem salário de 40 mil do Senado e sem Foro




 

A ex-presidente Dilma Rousseff anda meio “afastada” da imprensa desde a derrota nas eleições em Minas Gerais, quando disputou uma das duas vagas ao senado pelo estado e ficou sem nenhuma.

Apontada como favorita em praticamente todas as pesquisas de intenções de votos, Dilma estava segura de que votaria a morar em Brasília, em um belo apartamento funcional, com carro e motorista à disposição, além de um salário de quase R$ 40 mil.

Mas a beneficiária da manobra entendida como um golpe do ministro do STF, Ricardo Lewandowski, que fatiou o processo de impeachment para garantir a manutenção dos direitos políticos da petista condenada pelo Congresso pelo crime de responsabilidade fiscal acabou em quarto lugar na eleição em seu estado natal.

A petista, que teria ocultado um rombo de mais de R$ 150 bilhões nas contas públicas, reconheceu que ‘errou’ ao conceder desonerações de mais de R$ 500 bilhões a empresários gananciosos.

Poucos países do mundo sobreviveriam abrindo mão de tantos impostos. Não é por acaso que o Brasil acabou sendo mergulhado na pior recessão da história. Dilma deixou o governo após ter levado ao desemprego mais de 13 milhões de trabalhadores.

Dilma havia transferido seu título para Minas e se mudado para Belo Horizonte para disputar a eleição. Estava segura que usaria o estado como trampolim para Brasília.

Mas a beneficiária do golpe do fatiamento se deu mal. A estocadora de vento que costumava gastar milhões do contribuinte quando era presidente, como no caso dos 8 carros blindados oficiais, os serviços de 8 motoristas e 8 seguranças que havia colocado à disposição da filha em Porto Alegre, vai ficar sem ter o que fazer nos próximos anos.

Não se sabe ainda até quando a petista vai permanecer em Minas Gerais, após a derrota na disputa por uma vaga ao senado.

Acusada de fraudar o INSS para se aposentar em tempo recorde, Dilma terá que conviver com a pensão de pouco mais de R$ 5 mil que recebe como aposentada, mas ainda poderá viajar pelo mundo às custas do contribuinte. Desocupada, é possível que a petista saia mais caro para o povo do que se estivesse trabalhando.

Visite Nosso Canal “WOL Notícias – World OnLine” No Youtube




Facção executa estuprador de enteada de 2 anos na Bahia
Presidente em exercício General Mourão parabeniza Bolsonaro por discurso internacional
Bolsonaro e Trump reconhecem Juan Guaidó como presidente da Venezuela
Mulher de Nando Moura vai processar Henry Bugalho
José Dirceu pode sofrer novo processo com nova denúncia
Ex-presidente Michel Temer poderá ser convocado por Barroso do STF
Fórum Econômico Mundial terá discurso do Presidente Bolsonaro
Deltan Dallagnol pede para população não apoiar que Renan Calheiros seja presidente do senado
Governador de São Paulo manda presos trabalharem pra pagar prisão
Ex-presidente Dilma ficou sem mandato e sem salário de 40 mil do Senado e sem Foro
Funcionários da EBC apresentaram 2.845 atestados médicos após audiência baixa
Petista fizeram campanha contra Bolsonaro e mesmo assim #Bolsonaro2022 lidera
Roubos do BNDES com PT chegaram a R$ 480 Bilhões
O único crime confirmado foi a quebra de sigilo do Flávio Bolsonaro
Lula Recebeu Dinheiro em Espécie da Odebrecht
João de Deus vira réu por mais cinco crimes sexuais

Escândalo do BNDES com a Angola de mais de 3 bilhões
Ministro do Meio Ambiente visitará ONGs que recebem dinheiro do governo
Delegado que resistiu a manobra do PT para soltar Lula no caso Favreto vai comandar logística da PF
BNDES Divulgada lista dos 50 maiores beneficiários entre 2004 e 2018
Flávio Bolsonaro pede ao STF para suspender investigações do caso Queiroz
Em Sevilha Dilma critica Bolsonaro e o chama de neofascista
Olavo de Carvalho diz que desarmamentismo é genocídio
Kim Kataguiri explica decreto das armas do Bolsonaro ao vivo
Aécio Neves lamenta morte de ex-defensor de estudantes na ditadura
Danilo Gentili ataca grande mídia por caso Battisti
Sergio Moro explica porque não foi ao Ceará em razão da crise
Gleisi fala contra desarmamento e Carla Zambelli responde