Browse By

Deputada Campagnolo critica extrema esquerda que está quebrando a Argentina

Deputada Campagnolo critica extrema esquerda que está quebrando a Argentina.

A Deputada Estadual de Santa Catarina e professora, Ana Caroline Campagnolo, criticou as políticas de extrema esquerda, adotadas pelo Presidente da Argentina que é amigo do criminoso Lula.

Através de suas redes sociais a deputada declarou:

“Convivendo há décadas com inflação galopante, intermináveis recessões e crises fiscais, a Argentina resolveu apostar em um governo socialista para resolver os seus problemas. A chapa peronista composta por Alberto Fernandez e Cristina Kirchner vem adotando medidas anacrônicas que têm levando o país a passos largos para o isolamento internacional: congelamento de preços, aumento de impostos, ameaças de estatização de empresas e perspectiva de calote da dívida externa.

Com o fator coronavírus entrando no cálculo, o governo esquerdista aplicou uma rígida quarentena. Foi muito elogiado por incialmente conter o avanço da doença, mas apenas retardou o efeito inevitável: o vislumbre do fundo do poço econômico levou ao afrouxamento do isolamento social, e no último domingo a marca dos 100 mil casos foi ultrapassada. O Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina já havia caído 5,4% nos três primeiros meses de 2020, período em que os impactos do lockdown sequer eram sentidos; a previsão em junho era de um encolhimento de 9,9% até o final do ano, mas a estimativa atual é de que os números passarão dos 2 dígitos com a retomada das medidas restritivas draconianas, que deverão levar o povo argentino a viver o seu pior momento financeiro dos últimos 20 anos.

Segundo o Clarín, a fuga de investidores já começou. Grandes fábricas alojadas no país redefiniram suas estratégias, e devem migrar para o Brasil. A Saint-Gobain Sekurity, fornecedora de vidros automotivos, que investiu 200 milhões de dólares quando foi instalada no país em 2016, fechou um acordo para demissão voluntária com seus funcionários argentinos e anunciou a mudança para a subsidiária brasileira. Outras companhias, como a Axalta e Basf, produtoras de resinas e tintas para automóveis, também apontam para o mesmo destino. Diante da decadência econômica, o governo socialista tem adotado uma postura ameaçadora, discutindo a estatização de empresas em dificuldade, como a Vicentín, uma das maiores companhias argentinas de exportação de soja”.

Deputada Campagnolo critica extrema esquerda que está quebrando a Argentina

Visite nossa pagina TV Bolsonaro Presidente no Facebook e faça parte da nossa comunidade!

Volte à Pagina Inicial do Nosso Site Para Ver as Notícias do Dia!

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…