Defensor de Michel Temer diz que Brasil vive ‘cultura punitivista’




 

Nesta sexta-feira (10), o defensor do ex-presidente Michel Temer, o criminalista Eduardo Carnelós, disse que País vive em uma era de “Cultura Punitivista”.

Depois de passar cerca de três horas e meia com Temer na sala improvisada que serve de cela para o ex-presidente no prédio-sede da Polícia Federal, em São Paulo, desde quinta-feira (9), Carnelós protestou.




“Eu não sei se é viés político. Me parece claramente que é um viés de caça ao tesouro”.

O ex-presidente do Brasil, Michel Temer, está preso sob suspeita de liderar organização criminosa que, em 30 anos de atuação, desviou R$ 1,8 bilhão de contratos públicos, segundo a Procuradoria Geral da República.

Anuncie Sua Marca Aqui

Visite Nosso Canal “WOL Notícias – World OnLine” No Youtube




Defesa elogia decisão que concedeu liberdade a Michel Temer
Defesa elogia decisão que concedeu liberdade a Michel Temer
Associação pede ao STF fim dos transportes coletivos de passageiros por meio de aplicativo
Presidente Bolsonaro vai analisar horário de verão
Eduardo Bolsonaro denuncia agressões durante ato contra a ditadura
Bolsonaro visita muro das lamentações em Jerusalém
Recurso de Lula será analisado pelo STJ
Alerj pedirá investigação sobre atuação de snipers no Rio de Janeiro
Ministro Barroso diz que ‘a sociedade deixou de aceitar o inaceitável’
Maduro anuncia racionamento de eletricidade na Venezuela
Deixe Seu Comentário