Advogado chama servidor do Tribunal de Justiça do DF de “viado espalhafatoso”




 

Em petição, um Advogado chama servidor do Tribunal de Justiça do DF de “viado espalhafatoso“.

De forma totalmente preconceituosa, o advogado Marco Antonio Jeronimo atacou o diretor de uma secretaria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF), e o acusou de ser responsável por tardar trâmites processuais da Corte.

Na petição, o advogado apontou a opção sexual do servidor com o uso de palavras de baixo calão, ofensivas, durante sua defesa da celeridade de processos.

“Muito embora a preferência sexual do atual ocupante do cargo de diretor da secretaria deste juízo seja o homossexualismo, o que é uma condição explícita e questionável de tal pessoa [que, a toda evidência, é um viado espalhafatoso], insta relatar que os trabalhos no cartório desse juízo tem ficado a desejar há algum tempo” escreveu Jeronimo.

Segundo ele, a direção dos trabalhos no cartório seria “deficiente”, sob o o ponto de vista técnico, “o que não condiz com as demandas específicas do cargo de diretor de secretaria, que, sabemos, é de alta responsabilidade e alta demanda de trabalho, e, também por isso, possui remuneração alta para fazer a contrapartida pelos trabalhos e a competência técnica exigidos”.

Anuncie Sua Marca Aqui

Visite Nosso Canal “WOL Notícias – World OnLine” No Youtube




Associação pede ao STF fim dos transportes coletivos de passageiros por meio de aplicativo
Presidente Bolsonaro vai analisar horário de verão
Eduardo Bolsonaro denuncia agressões durante ato contra a ditadura
Bolsonaro visita muro das lamentações em Jerusalém
Recurso de Lula será analisado pelo STJ
Alerj pedirá investigação sobre atuação de snipers no Rio de Janeiro
Ministro Barroso diz que ‘a sociedade deixou de aceitar o inaceitável’
Maduro anuncia racionamento de eletricidade na Venezuela
Deixe Seu Comentário