Browse By

Jurista Modesto Carvalhosa defende voto auditável e alerta: “não existe democracia onde há escrutínio secreto”

Jurista Modesto Carvalhosa defende voto auditável e alerta: “não existe democracia onde há escrutínio secreto”, professor apontou que a contagem secreta de votos afronta um princípio fundamental de qualquer democracia.

O jurista Modesto Caravalhosa participou nesta quinta-feira (10/12) de uma live que marcou a cerimônia que marcou o lançamento do Portal Transparência Eleitoral, que contou com a presença de especialistas em direito eleitoral e votação eletrônica.

Na ocasião, Caravlhosa apontou como os principais problemas da democracia brasileira são o impedimento à candidaturas avulsas e o escrutínio secreto dos votos.

Ele explicou que no Brasil se há uma partidocracia e não uma democracia, e apontou que a contagem secreta de votos é uma afronta a um princípio fundamental de qualquer democracia.

Segundo Carvalhosa, o Brasil é um país “democraticamente muito estranho” pois em primeiro lugar é um país que não admite candidaturas independentes, sendo necessária a filiação a um partido político, e um filtro dos partidos políticos impede que a cidadania se manifeste através de associações de natureza política que já existem às dezenas no Brasil na maior importância.

O jurista afirma que o Brasil é um dos pouquíssimos países que se consideram democráticos e que não há candidaturas independentes, sendo assim há uma partidocracia no país, onde a soberania é dos partidos políticos e não do povo.

Confira na íntegra o comentário do jurista Modesto Carvalhosa sobre a partidocracia no Brasil e o voto auditável!

Visite nossa pagina TV Bolsonaro Presidente no Facebook e faça parte da nossa comunidade.

Volte à Pagina Inicial do Nosso Site Para Ver as Notícias do Dia!

Jurista Modesto Carvalhosa defende voto auditável e alerta: “não existe democracia onde há escrutínio secreto”

Jurista Modesto Carvalhosa defende voto auditável e alerta: “não existe democracia onde há escrutínio secreto”

Entretanto… No entanto… De acordo com o… Ainda de acordo com… Mesmo que… Por outro Lado… Além disso… Mesmo porque… Aliás… Afinal… Ademais… Anteriormente… Assim… contudo… Embora… Enquanto… Então… Entretanto… Outrossim… Pois… Por enquanto… Por enquanto…