Browse By

Bolsonaro Vira Assistente de Acusação em Processo de seu Próprio Agressor




 

Bolsonaro Vira Assistente de Acusação em Processo de seu Próprio Agressor, Adélio Bispo de Oliveira.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), virou assistente de acusação no processo respondido por seu agressor, Adélio Bispo de Oliveira.

No entanto, Adélio Bispo de Oliveira ficou conhecido por ser o agressor de Bolsonaro, logo depois de tentar mata-lo durante ato de campanha em Juiz de Fora, no último dia 6 de setembro de 2018.

O pedido da Defesa de Bolsonaro foi aceito pelo juiz Bruno Salvino, da 3ª Vara Federal Criminal de Juiz de Fora – MG, no dia 31 de outubro.

Bolsonaro por se tornar assistente de acusação, poderá ter acesso ao processo e a informações sigilosas contidas nele, como quebra de sigilo telefônicos, bancários e dados.

Além disso, o assistente de acusação tem o direito de atuar no processo propondo meios de elaborar provas, solicitando que sejam realizadas perguntas á testemunha, recorrendo de decisões judiciais.

Em síntese, o juiz Bruno Salvino entendeu que Bolsonaro poderia se tornar assistente por ter sido vítima do crime ao qual Adélio tentou mata-lo com uma facada.

O processo respondido por Adélio está suspenso desde o dia 24 de outubro  a pedido do juiz Bruno Salvino, quando determinou que Adélio fosse submetido a exames mentais.

Portanto, a medida foi tomada para analisar se o acusado [Adélio] havia condições de compreender o caráter ilícito do crime cometido por ele, em razão de alguma doença mental.




Visite Nosso Canal “WOL Notícias – World OnLine” No Youtube

Bolsonaro Vira Assistente de Acusação em Processo de seu Próprio Agressor

Bolsonaro Vira Assistente de Acusação em Processo de seu Próprio Agressor